Por que os vinhos tintos são os mais recomendados para os dias ou noites de temperaturas baixas?



Que as estações do ano e o vinho estão extremamente ligados não temos dúvidas, mas por que sempre recomendam tintos no inverno e brancos e rosés no verão?


É fato que cada um deve tomar o vinho que quiser quando quiser e nem sempre nossos desejos irão harmonizar com a estação, mas estas recomendações servem para que a experiência com um vinho seja a melhor possível e que seja explorado o máximo de seu potencial.


No Brasil, cerca de 80% dos vinhos consumidos são tintos, mesmo que sejamos um país tropical... este domínio dos tintos provoca situações estranhas, como o consumo de tintos encorpados com gelo ou estupidamente gelados em praias, piscinas e em dias com calor de 30°.


O vinho é um produto orgânico e delicado, sensível a diversos fatores. A química é quem dita a temperatura ideal dos vinhos, no calor as moléculas movimentam-se mais rapidamente, acelerando as reações químicas e influenciando diretamente nos sabores e aromas, um vinho acima da temperatura pode parecer mais alcoólico, pois as moléculas de álcool se desprendem mais facilmente ... já um vinho gelado apresentará moléculas mais lentas e reações vagarosas, tornando o rótulo mais tímido no nariz. Além disso, um tinto gelado tende a deixar os taninos do vinho mais agressivos, ou seja, a sensação de adstringência na boca chega a ser desagradável e os aromas ficarão mais discretos, quase imperceptíveis, considerando que o frio impede os elementos aromáticos de se vaporizarem.


Desta forma, a temperatura mais baixa que tem feito em grande parte do país (junho/julho) é favorável aos tintos mais encorpados, como Cabernet Sauvignon, Tannat, Malbec, Syrah, Touriga Nacional, Pinotage etc., em que a melhor apreciação se dá entre 16° e 18° em média, já que falar em temperatura ambiente em um país continental como o Brasil é bem complicado, pois podemos ter no mesmo dia 10° no Sul e 30° no Nordeste, logo, independente de qualquer regra, o importante é o gosto pessoal de cada um, vinho é sinônimo de prazer e felicidade e em momentos tão complexos como os atuais, o essencial é ser feliz : ).

10 visualizações0 comentário